Características

  • Comandante dos Mortos

    Golens aterrorizantes marcham lado a lado com magos e guerreiros esqueletos para fazer a vontade do Necromante. Ao receber as ordens, essas tropas leais investem em sincronia contra o mesmo inimigo, subjugando-o com a diferença numérica. Os Necromantes podem usar suas hostes de mortos-vivos para criar distrações ou simplesmente abrir rotas de fuga.
  • Sustentabilidade para vencer as dificuldades

    Os Necromantes lançam mão de diversos recursos. Usando a Essência (energia colhida de seres mortos e vivos), apropriando-se da vida evanescente de cadáveres e até sacrificando a própria força vital, os Sacerdotes de Rathma jamais são pegos indefesos ou impotentes. Qualquer ser vivo ou morto, inclusive o próprio Necromante, pode ser uma arma, um instrumento contra o Inferno Ardente no campo de batalha.
  • Controle de Grupos

    Os Necromantes usam maldições debilitantes para dizimar os adversários. Enquanto isso, os esqueletos lacaios que os servem se incumbem de desordenar as formações dos inimigos, a fim de torná-los presas fáceis tanto para os Sacerdotes quanto para os seus aliados.
  • Destruição

    Com um turbilhão de feitiços do sangue e dos ossos ao seu dispor, deixando um rastro de mortos, os Necromantes se sobressaem na limpeza de áreas e no abate rápido de grandes grupos. Quando o primeiro inimigo sucumbe, uma salva de cadáveres explosivos e espinhos ósseos é deflagrada, deixando o campo de batalha coberto de restos ensanguentados de demônios sanguinolentos.

Recurso: Essência

Para sobrepujar aqueles que tentam perturbar o Equilíbrio, os Necromantes lançam mão da Essência, que também serve para erguer os mortos, amaldiçoar os inimigos e comandar lacaios. Por ser um recurso estático, os Necromantes só têm a Essência que colhem dos inimigos. Ela não aumenta ao longo do tempo, mas também não decai. Devido a essa peculiaridade, Necromantes descuidados podem ficar sem ela quando mais precisarem.

Os Necromantes mais versados abraçam o equilíbrio entre a exaustão das reservas de Essência e a reposição por meio dos inimigos, sempre de prontidão para a próxima batalha. Um Necromante com uma reserva de Essência cheia é um adversário aterrador, desde que use com cuidado os feitiços que mantêm os inimigos sob controle.

Além de mestres da vida e da morte, os Necromantes são líderes inclementes. Esses tenebrosos magos reanimam os mortos na forma de esqueletos, amaldiçoam os inimigos com magias mortíferas e os atormentam com as carcaças dos companheiros derrotados.

A vida e a morte fazem parte de um ciclo maior, e os Necromantes não temem borrar as distinções entre elas. Eles lançam mão da própria força vital para fortalecer habilidades poderosas e obter vantagem em combate. Ficar à beira da morte não é uma preocupação, contanto que não reste nenhum inimigo para desferir o golpe de misericórdia.

Os Necromantes preferem atacar a distância, semeando a destruição de longe. Os mortos-vivos que controlam sobrepujam os inimigos antes que tenham tempo de atacar, e as maldições terríveis que lançam podem debilitar até o mais resistente dos demônios.

Histórico

"Todos que se opõem a mim... cuidado."

Os Sacerdotes de Rathma — também conhecidos como Necromantes — vivem e morrem com base em uma filosofia simples: o conflito entre a luz e a escuridão é eterno, e Santuário é ameaçado pelos lados. Só preservando o equilíbrio e mantendo essas forças opostas sob controle é possível conservar as esperanças de um mundo melhor.

Os inigualáveis membros desta ordem são frequentemente vilipendiados por seu envolvimento com a magia da morte. Embora o abuso desse poder seja recorrente em Santuário, os Sacerdotes de Rathma se empenham em usá-lo para preservar o Equilíbrio que lhes é sagrado.

Quando deixam as entranhas das selvas do Kehjistão onde habitam, os Sacerdotes de Rathma fazem o que é preciso para proteger o mundo da aniquilação.

Necromante: leia mais sobre sua história

Equipamento Único

Os Sacerdotes de Rathma dão preferência ao uso das infalíveis foices. Em suas mãos, elas se tornam instrumentos não da colheita de grãos, mas da ceifa da força vital dos inimigos, além de servirem para abrir cadáveres a fim de fortalecer feitiços perturbadores. Seja manuseando imensos alfanjes na ponta de longas hastes ou gadanhos leves mais apropriados para a extração cuidadosa de órgãos, os Necromantes são letais com qualquer lâmina curva. Também são treinados no uso de filactérios, objetos incomuns que aumentam o poder que exercem sobre os mortos.

Progressão de Armadura

Os Sacerdotes de Rathma recém-ordenados não podem ser muito exigentes. Eles se vestem de maneira simples, peças escuras que protegem tanto quanto um velino fino, e portam armamento leve — o que puderem aproveitar dos inimigos derrotados.
Necromantes hábeis, por enfrentar adversários mais perigosos, são obrigados a ter mais cautela, protegendo as áreas expostas do corpo com robustas ombreiras, túnicas de couro e caneleiras.
Sacerdotes de Rathma de elite são visões aterrorizantes com suas armaduras de ossos calcificados, cobertos da cabeça aos pés com um aparato que resiste até aos mais pavorosos demônios.

Carregando Comentários...

Um erro ocorreu durante o carregamento.